All for Joomla All for Webmasters

logonew

Reciclagem

recicla02A reciclagem é umas das alternativas para o tratamento do lixo urbano e contribui diretamente para a conservação do meio ambiente. Ela trata o lixo como matéria-prima que é reaproveitada para fazer novos produtos e traz benefícios para todos, como a diminuição da quantidade de lixo enviada para aterros sanitários, a diminuição da extração de recursos naturais, a melhoria da limpeza da cidade e o aumento da conscientização dos cidadãos a respeito do destino do lixo.

A reciclagem de alumínio é o processo pelo qual o alumínio pode ser reutilizado em determinados produtos, após ter sido inicialmente produzido. O processo resume-se no derretimento do metal, o que é muito menos dispendioso e consome muito menos energia do que produzir o alumínio através da mineração de bauxita. A mineração e o refino deste requerem enormes gastos de eletricidade, enquanto que a reciclagem requer apenas 5% da energia para produzi-lo. Por isto, a reciclagem tornou-se uma atividade importante para esta indústria.

O alumínio pode ser reciclado tanto a partir de sucatas geradas por produtos de vida útil esgotada, como de sobras do processo produtivo. O alumínio reciclado pode ser obtido a partir de esquadrias de janelas, componentes automotivos, eletrodomésticos, latas de bebidas, entre outros. A reciclagem não danifica a estrutura do metal, que pode ainda ser reciclado infinitamente e reutilizado na produção de qualquer produto com o mesmo nível de qualidade de um alumínio recém produzido por mineração.

recicla01A Reciclagem da sucata de alumínio permite a geração de renda para milhares de famílias brasileiras envolvidas da coleta à transformação final da sucata. Desta forma, a reciclagem do alumínio gera benefícios para o país e o meio ambiente, além de ser menos custoso de obter do que através da sua produção por mineração.

O cobre foi o primeiro metal a ser descoberto pela nossa espécie, ainda na pré-história. A partir deste momento, ferramentas feitas por pedra e também por osso passaram a ser substituídas por aquelas produzidas a partir do metal. Hoje, ele é amplamente utilizado em nosso dia-a-dia, sendo símbolo de resistência e durabilidade.

Entretanto, a mineração e o descarte deste tipo de material provocam problemas ambientais diversos; fazendo com que a reciclagem seja uma alternativa viável para contornar esta questão.

Em nosso país, basicamente 100% das latas de alumínio passam por processo de reciclagem, dando ao Brasil o título de maior reciclador deste, em todo o mundo; embora este sucesso esteja intimamente relacionado às condições precárias de vida às quais muitos indivíduos estão sujeitos, tendo a reciclagem como sua principal fonte de renda.

Não só o alumínio, mas os metais em geral, são considerados materiais 100% recicláveis; sendo que nem a ferrugem e tampouco o teflon, presente em algumas panelas, interferem neste processo, já que o calor conferido a este material é suficiente para seu derretimento.

Além disso, ao contrário do papel, metais podem ser reciclados infinitas vezes, poupando, por exemplo, no caso do alumínio, a extração da bauxita, economizando energia suficiente para deixar acesa uma lâmpada de 100 watts por 20 horas, por cada lata reciclada. Além disso, em relação aos gastos na transformação do minério em metal para uso em materiais diversos, a reciclagem reduz custos, poupa a utilização e contaminação da água, economiza carvão vegetal, e reduz a emissão de poluentes.

Considerando que nos EUA, por exemplo, um único indivíduo é capaz de consumir 375 latinhas de refrigerante ao ano, a reciclagem deste material também reduz consideravelmente a quantidade de resíduos urbanos.

OBSERVAÇÃO: a redução do consumo se mostra como uma alternativa ecologicamente e economicamente mais viável no que diz respeito a qualquer produto reciclável.

Formulário de Contato


Nome(*)
Invalid Input

Empresa
Invalid Input

Telefone(*)
Invalid Input

Email(*)
Invalid Input

Assunto
Invalid Input

Mensagem
Invalid Input

contatoimagem

Construído com HTML5 e CSS3 - Direitos Autorais © 2016 Vilfer