All for Joomla All for Webmasters

logonew

Ministro do Planejamento diz que governo vai rever meta fiscal

metafiscalO ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta quinta-feira (16) que o governo federal enviará ao Congresso Nacional uma revisão do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017 com redução da meta fiscal prevista para o próximo ano.
Além disso, informou, a proposta não vai contar com receitas de uma eventual recriação da CPMF, já que a volta do imposto não foi aprovada pelo Congresso Nacional.
"Com certeza não será possível cumprir aquilo que estava previsto no PLDO, que era meta zero. Teremos uma meta com resultado negativo", reconheceu.
No projeto enviado ao Congresso Nacional em abril, antes do afastamento da presidente Dilma Rousseff, o governo propôs uma meta fiscal de zero, mas com um mecanismo que permite o abatimento de gastos e despesas sobre essa meta. No final, ele pede a permissão para um déficit (gastos superiores que a arrecadação) de até R$ 65 bilhões em 2017.
No documento, o governo prevê ainda uma retração de 3,1% da economia no próximo ano, além de uma inflação, medida pelo IPCA, de 6%. O ministro reconheceu que esse parâmetros necessitam revisão.

Fonte G1.GLOBO.COM

Dólar fecha em leve alta

dolarO dólar fechou em leve alta ante o real nesta quinta-feira (16), em uma sessão marcada por baixo volume de negócios e pelo mau humor nos mercados externos.
A moeda norte-americana subiu 0,1%, vendida a R$ 3,47, após ter recuado nos 2 últimos pregões.
No mês de junho, dólar ainda acumula queda de 4%. No ano, o recuo é de 12,1%.
Pela manhã, o dólar chegou a subir mais de 1% diante de preocupações com a possibilidade de o Reino Unido deixar a zona do euro. O referendo de 23 de junho sobre o tema vem assustando investidores, que evitavam ativos de maior risco com medo de impactos adversos sobre a economia global, destaca a agência Reuters.

Fonte G1.GLOBO.COM

Construído com HTML5 e CSS3 - Direitos Autorais © 2016 Vilfer